GuardeAqui

Os preços elevados do mercado imobiliário têm impulsionado um negócio ainda pouco conhecido no Brasil: o “self-storage” ou guarda-móveis. Com o metro quadrado caro, os imóveis estão menores e, muitas vezes, falta espaço para armazenar objetos nas casas e empresas. Dessa dificuldade surgiu um mercado rentável para o aluguel de boxes.

São depósitos que variam de 1m² a 100m², disponíveis em contratos mensais. Eles costumam ficar próximos dos centros, em vias de fácil acesso, para que os clientes sintam como se fossem uma extensão de suas casas. Os empresários do ramo evitam a denominação guarda-móveis. Segundo eles, o termo não dá a ideia de proximidade do meio urbano, que seria o diferencial do serviço.

Leia a notícia na integra clicando na imagem para expandi-la ou clique aqui para ler a matéria online.

GuardeAqui na mídia

Voltar ao Blog